Timber by EMSIEN-3 LTD

Justiça dá prazo de 60 dias para Nestlé adotar medidas contra poluição

Escrito por Leme News Categoria: Região Publicado: Quinta, 01 Junho 2017 19:29

Denúncia indica uso de borra de café para geração de energia na fábrica da cidade, processo que espalha fuligem pela vizinhança.

 

A Nestlé tem 60 dias para suspender a utilização de resíduos de café solúvel na geração de energia na fábrica de Araras (SP) ou adotar medidas para eliminar a poluição. A Justiça impôs a determinação após um abaixo-assinado dos vizinhos da indústria e da abertura de inquérito pelo Ministério Público.

A liminar também determina que a empresa envie à Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) um projeto ambiental que preveja mudanças no processo de produção de energia. Caso a decisão não seja cumprida, está prevista uma multa diária de R$ 20 mil.

"Nós não queremos sair daqui e nem queremos que a Nestlé saia. Queremos só que ela cumpra com o que ela prometeu, colocar os filtros para fuligens e os abafadores de ruídos", comentou o aposentado Antônio Mazon, vizinho da indústria. A empresa informou que já enviou uma proposta ao MP.

Denúncia aponta uso de borra de café na produção de energia (Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV)

Fuligem e barulho

As reclamações sobre a fuligem proveniente da indústria são antigas. Em 2014 já havia queixas quanto à situação. Cansados, os moradores fizeram um abaixo-assinado e o MP decidiu abrir um inquérito civil para investigar possíveis irregularidades ambientais. De acordo com a denúncia, o pó é resultado de um processo que usa a borra de café para produzir de energia.

"Eu ligava muito lá, mas agora não ligo mais. Acho que não compensa", disse a aposentada Terezinha de Jesus, que vive a poucas quadras da fábrica. Ela contou que tem de limpar todo dia o pó escuro que se acumula pelos cantos da casa e mostrou que o carro da família fica coberto para não estragar a pintura.

A aposentada Osmarina Zutin também mora no bairro. Ela afirmou que os moradores desenvolveram problemas respiratórios e criticou o barulho proveniente da indústria. "É uma descarga que eles dão, acho que de 20 em 20 minutos, durante a noite toda, durante o tempo todo em que eles estão trabalhando".

Moradores reclamam da fuligem eliminada pela indústria (Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV)

Nestlé

A nestlé informou que apresentou à promotoria uma proposta para reduzir o barulho e eliminar os resíduos, que aguarda o parecer do MP e que esse mesmo projeto vai ser encaminhado para a Cetesb.

Disse ainda que a fábrica em Araras tem certificações internacionais e que, nos últimos anos, reduziu em 32% a emissão de resíduos.

Fonte: G1 São Carlos e Araraquara (Fotos: Ronaldo Oliveira/EPTV)

DIREÇÃO E REDAÇÃO

PEDRO LANDGRAF FERREIRA

"Diretor e Redator"

MTB/SP Nº 0080994

pedro@portallemenews.com.br

IRIVALDO ROBERTO FERREIRA

"Diretor e Redator"

ferreira@portallemenews.com.br

fale conosco

email server

contato@portallemenews.com.br

logo telefone

+55 19 99286-1717

 wahts app icon 150x150

+55 19 98199-5235

 

SERVIÇOS